Gordura no fígado – Entenda melhor este problema!

Gordura no fígado

 

Sem muitos sintomas evidentes, este é um problema que já afeta 30% dos brasileiros. Neste artigo vamos conversar sobre como você pode perceber e evitar a gordura no fígado!

Apesar de aguentar anos de muitas agressões devido aos costumes de má alimentação, o fígado é um órgão que precisa de atenção e cuidados. Com o passar do tempo, existem  algumas dificuldades que podem aparecer e se não forem tratadas, evoluem para problemas mais sérios e complexos.

A esteatose hepática é hoje uma das principais causas de transplante hepático no mundo. Devido ao problema ser silencioso e sem sintomas aparentes, existe a possibilidade da dificuldade  facilmente  evolui para um processo inflamatório mais grave chamado de esteato-hepatite, que se não for tratado corretamente, pode acabar evoluindo para fibrose (cicatriz) e cirrose.

Por isso, a gordura no fígado é uma situação bastante preocupante, pois está diretamente relacionada aos hábitos alimentares e costumes diários, por isso, a causa do problema pode ter diferentes motivos, são eles:

Causas da Gordura no fígado.

Sabe-se que existem duas causas para a gordura no fígado, são elas: Esteatose hepática alcoólica e a esteatose hepática não alcoólica.

Na esteatose hepática alcoólica, como o próprio nome já diz, o grande causador é a frequência de ingestão de bebidas alcoólicas.

Já na esteatose não alcoólica existem algumas situações podem favorecer o aparecimento da gordura no fígado, são elas:

  • Sobrepeso e obesidade
  • Hepatites virais (como a hepatite B e a hepatite C)
  • Diabetes
  • Resistência à insulina
  • Triglicérides alto
  • Colesterol alto
  • Perda ou ganho muito rápidos de peso
  • Pessoas com inflamações crônicas do fígado devido a outras doenças.

Porém, o excesso de peso lidera esta lista quando o assunto é fígado. Embora não seja o único causador do problema, cerca de 60% das pessoas que sofrem com esteatose hepática são obesas. Essa taxa é muito alta e trás uma grande preocupação.

Entretanto, nas mulheres a gordura no fígado tem mais chances de acontecer, afinal, a produção do hormônio estrogênio que é liberado naturalmente pelo organismo feminino colabora no depósito de gordura.

Então, se você gostou do nosso conteúdo, não deixe de conferir nossos outros artigos!
Vá até os nossos outros artigos!

Caso você tenha ficado com alguma dúvida ou deseja marcar uma consulta, entre em contato através dos nossos telefones: (21) 3547-5563 ou (21) 98020-8081 (WhatsApp).

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺