Doença celíaca: Como identificar seus sintomas

doenca-celiaca

A doença celíaca é uma condição em que o sistema imunológico agride o intestino. Portanto, essa agressão leva a uma inflamação intestinal crônica, com envolvimento variável de outros órgãos e sistemas e é causada pela ingestão de alimentos que contenham um tipo de proteína encontrada no trigo, centeio e cevada, chamada glúten.

No Brasil, estima-se que mais de 300 mil pessoas sejam acometidas pela doença. Desta forma, pessoas com predisposição genética, ao ingerirem alimentos contendo glúten, podem desenvolver uma reação dos mecanismos de defesa imune, levando à lesão da mucosa que reveste a parte interna do intestino delgado.

Com isso há, normalmente, redução da capacidade de absorver nutrientes, determinando consequências variadas para o organismo e diversos sintomas. Ainda assim, além da má absorção, o sistema imunológico excessivamente ativado pelo glúten pode também agredir outras partes do corpo, como sistema nervoso, pele e articulações.

Sintomas da doença celíaca

Os sintomas mais relacionados à agressão intestinal são: dor e distensão abdominal, fezes diarreicas e com restos alimentares e emagrecimento inexplicado.

Os sintomas atípicos, mas que devem acender uma luz aos médicos e paciente são aqueles que não estão diretamente relacionados ao intestino, como exemplos: dermatite herpetiforme, osteoporose, infertilidade, alterações menstruais, anemia, baixa estatura, aftas recorrentes e fadiga.

Como diagnosticar a condição

Havendo a suspeita de doença celíaca, deve-se realizar um exame laboratorial de sangue para identificar os anticorpos que positivam nessa doença. Além disso, indica-se um exame de endoscopia digestiva para biópsias do intestino delgado que confirmarão.

É importante lembrar que, na fase inicial da investigação da doença, até a pesquisa dos anticorpos e biópsias endoscópicas, os pacientes sob suspeita não devem parar de comer alimentos com glúten. Logo, caso contrário, há chance de alteração do resultado dos exames, comprometendo a possibilidade de correto diagnóstico.

Formas de tratamento

A doença celíaca não tem cura, mas existe tratamento. Sendo assim, atualmente, a única forma de tratá-la, é a dieta sem alimentos que contenham glúten.

A exclusão do glúten da alimentação deve ser total e para o resto da vida para adequado controle da doença. Por isso, o acompanhamento multidisciplinar com nutricionista é fundamental.

Ficou com alguma dúvida ou deseja marcar uma consulta? Entre em contato através dos nossos telefones: (21) 3547-5563 ou (21) 98020-8081 (WhatsApp).

Além disso, para acessar mais conteúdos informativos, acompanhe o nosso Instagram. Ou, se preferir, realize agendamentos pelo nosso site aqui.

Dra. Fabiana Basílio

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺