Confira os perigos por trás dos anabolizantes

Você já teve vontade de usar esteroides anabolizantes para aumento de massa muscular e melhor rendimento físico?

Com os nomes comerciais fica mais fácil de associar: Deposteron, durateston e nebido.

Nesse artigo vamos explicar um pouco sobre esse assunto tão importante. 

O que são esteroides anabolizantes?

Através da modificação da molécula de testosterona ocorreu a criação dos esteroides anabolizantes e similares (EAS).

A testosterona é um hormônio que tanto os homens quanto as mulheres possuem em seu organismo. Contudo, ele é o principal hormônio masculino.

Adiantamos que o uso dessas substâncias visando o ganho de desempenho físico, estéticos ou como agentes antienvelhecimento é desprovido de qualquer base científica, acompanhado de riscos importantes e bem descritos na literatura, justificando a proibição de seu uso nestes casos conforme o Conselho Federal de Medicina através da Resolução no 1999/2012. Ademais, o uso dos EAS por atletas de competição também é proibido pelo Comitê Olímpico Internacional desde a década de 1970.

Profissionais da saúde recomendam o uso de esteroides anabolizantes?

A reposição terapêutica da testosterona está indicada em situações muito específicas de deficiência (hipogonadismo) diagnosticada em homens, após avaliação clínica criteriosa realizada por um médico competente com seu acompanhamento regular.

A utilização fora dos critérios clínicos estabelecidos e validados da testosterona e EAS, utilizam, mais comumente, doses 5-15 vezes maiores que as doses clínicas preconizadas. Aliás, muitas vezes em preparações manipuladas sem qualquer controle sanitário e até mesmo indicadas para uso veterinário (associando mais risco ao organismo).

É muito comum também o uso combinado de EAS com o hormônio do crescimento para potencializar o efeito anabólico, hormônio tireoidiano para acelerar o metabolismo, gonadotrofina coriônica humana para impedir e neutralizar a redução no tamanho testicular, inibidores da aromatase para evitar o crescimento dos seios nos homens, inibidores da 5 α redutase para prevenir a acne e a calvície e diuréticos para evitar retenção hídrica.

Quais são os efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais do abuso dos EAS incluem:

  • Desregulação hormonal importante;
  • Aumento do apetite;
  • Infertilidade;
  • Aumento dos seios nos homens;
  • Perda significativa dos cabelos em homens e mulheres, assim como calvície;
  • Acne;
  • Alterações psiquiátricas, dependência;
  • Nas mulheres ocorre nascimento de pelos em lugares não habituais, engrossamento da voz, aumento do clitóris e pescoço;
  • Abscessos cutâneos e musculares;
  • Lesões ortopédicas;
  • Intoxicação do nosso nobre fígado – podendo inclusive levá-lo à falência, necessitando de transplante hepático.

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) a princípio lançou um documento recente cobrando atitudes urgentes das autoridades competentes, com a adoção de medidas mais efetivas no intuito de coibir e vedar o uso anti-ético, off label e ilegal de EAS, através da regulamentação e controle da prescrição médica dessas substâncias, preservando os tratamentos previstos para as indicações que são amplamente estabelecidos na literatura médica. Então, fique atento!

Procure especialistas e profissionais adequados

Será que a beleza deve vir antes da saúde? Sem dúvida, não. Não arrisque a sua! Procure auxílio especializado antes de tomar medidas questionáveis para sua saúde.

Se você precisar de nutricionistas e gastroenterologistas especializados, vem para a Gastrolife! Estamos prontos para atendê-lo. Afinal, nossa missão é auxiliar na promoção de saúde e qualidade de vida, visando sempre um atendimento humanizado. 

Agende já sua consulta! Temos atendentes disponíveis para realizar sua marcação. Basta entrar em contato pelo telefone: (21) 3547-5563 ou (21) 98157-2871 (WhatsApp). Também é possível agendar através do nosso site: https://gastrolife.net/ 

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺