Intolerância à Lactose: 5 curiosidades sobre o tema

A intolerância à lactose é uma condição que afeta grande parte da população mundial e se caracteriza pela incapacidade de digerir a lactose, um açúcar presente no leite e em seus derivados.

Por conta disso, neste artigo, vamos apresentar cinco curiosidades sobre a intolerância à lactose que você precisa saber. Continue a leitura!

1. A intolerância à lactose x Alergia ao leite

Muitas pessoas confundem intolerância à lactose com alergia ao leite. Embora as duas condições possam ter sintomas semelhantes, elas são diferentes.

A intolerância à lactose é causada pela incapacidade do corpo de digerir a lactose, um açúcar presente no leite e seus derivados. Já a alergia ao leite é uma reação do sistema imunológico a uma proteína presente no leite.

2. Não é necessário evitar totalmente os produtos lácteos

Embora muitos pacientes tenham que evitar completamente os produtos lácteos, não é um fator que podemos generalizar para todos.

Algumas pessoas podem tolerar pequenas quantidades de lactose sem ter sintomas, enquanto outras podem tolerar produtos lácteos fermentados, como queijo e iogurte.

3. Existem testes para diagnosticar a condição

Se você suspeita que pode ter essa condição, existem testes disponíveis para diagnosticar a condição.

O teste de tolerância à lactose é o mais comum. Os profissionais utilizam este teste para avaliar como o corpo digere e absorve certos alimentos.

O teste começa com o paciente em jejum por 12 horas, e em seguida ele ingere uma quantidade específica de um açúcar ou carboidrato que é mal absorvido no intestino delgado, como lactose ou frutose.

Se houver intolerância ao açúcar ou carboidrato, as bactérias intestinais irão fermentá-lo e produzir hidrogênio como subproduto. Esse hidrogênio é absorvido pelo intestino, transportado pelo sangue para os pulmões e então exalado na respiração.

Durante o teste, o paciente respira em um dispositivo especial que mede a quantidade de hidrogênio presente no ar expirado. Um aumento significativo nos níveis de hidrogênio indica que o açúcar ou carboidrato não foi digerido adequadamente e sugere que o paciente tem intolerância a esse alimento.

Este teste pode ser realizado em consultórios médicos, laboratórios ou hospitais, e geralmente leva cerca de 2 a 3 horas para ser concluído.

Além disso, o paciente pode precisar evitar certos alimentos ou medicamentos antes do teste e deve seguir as instruções cuidadosamente para garantir resultados precisos.

É importante lembrar que os profissionais de saúde devem interpretar esse teste em conjunto com outros sintomas e exames clínicos para obter um diagnóstico preciso de intolerância alimentar, embora ele possa ajudar no diagnóstico.

4. A intolerância à lactose é mais comum em algumas populações

A intolerância à lactose é mais comum em algumas populações do que em outras. Por exemplo, cerca de 90% dos asiáticos são intolerantes à lactose, enquanto apenas cerca de 5% dos escandinavos têm a condição.

Isso ocorre porque, historicamente, as populações que não criavam animais leiteiros não precisavam digerir lactose e, portanto, não desenvolveram a capacidade de produzir a enzima lactase, necessária para digerir a lactose.

5. Existem alternativas aos produtos lácteos

Para pessoas com intolerância à lactose, existem muitas alternativas aos produtos lácteos. Leites vegetais, como leite de soja, leite de amêndoa e leite de coco, são cada vez mais comuns e podem ser usados como substitutos do leite de vaca. Além disso, existem muitos queijos e iogurtes sem lactose disponíveis no mercado, bem como suplementos de lactase que podem ajudar a digestão da lactose.

Em resumo, a intolerância à lactose é uma condição comum e muitas vezes mal compreendida. No entanto, com as informações corretas e as alternativas adequadas, as pessoas podem levar uma vida saudável e equilibrada.

Se você suspeita que pode ter intolerância à lactose, consulte um gastroenterologista de confiança e comece hoje os cuidados.

Agende sua consulta na Clínica Gastrolife

A Gastrolife é uma clínica localizada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Além de todo o suporte através de uma equipe qualificada, também contamos com equipamentos altamente tecnológicos. Tudo isso é essencial, portanto, para auxiliar na garantia de bem-estar e qualidade de vida para os nossos pacientes.

Enfim, ficou com alguma dúvida ou deseja marcar uma consulta? Entre em contato através dos nossos telefones: (21) 3547-5563 ou (21) 98157-2871(WhatsApp).

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺