O quanto ingerir álcool faz mal ao corpo?

O consumo excessivo de álcool é um problema de saúde pública em todo o mundo, mas como o álcool faz mal à nossa saúde?

Embora beber socialmente ou ocasionalmente possa parecer inofensivo, a ingestão frequente ou excessiva pode ter efeitos negativos graves na saúde do corpo humano.

Portanto, continue com a leitura do artigo e saiba mais sobre como o álcool faz mal ao nosso corpo.

Como o álcool faz mal ao corpo?

Uma das principais formas pelas quais o álcool prejudica o corpo humano é através do fígado.

Quando o fígado processa o álcool, ele produz uma substância química chamada acetaldeído, que é altamente tóxica e pode causar danos ao órgão a longo prazo. A ingestão frequente e excessiva de álcool pode levar a doença hepática alcoólica, que pode causar cicatrizes no fígado e eventualmente levar à cirrose.

Além disso, o álcool pode afetar o cérebro e o sistema nervoso central, a partir de problemas de coordenação, desorientação, perda de equilíbrio, diminuição da atividade cerebral, problemas de memória e concentração.

A ingestão excessiva de álcool pode aumentar também o risco de desenvolvimento de depressão e ansiedade, levar à inflamação crônica do sistema circulatório, e causar o desenvolvimento de coágulos sanguíneos e acidentes vasculares cerebrais.

Lembrando que o álcool não é só prejudicial para o fígado, mas também para o cérebro, coração, pele…O álcool reduz a pressão do esfíncter inferior do esôfago, aumentando o refluxo. Irrita a mucosa gástrica – piorando gastrite. Além de ser muito calórico, proporcionando o aumento de peso, contribuindo para a dislipidemia (aumento do colesterol) e risco de diabetes.

O álcool também prejudica o padrão de sono (por incrível que pareça) e aumenta por si só o risco de hipertensão arterial (pressão alta). Piora e irrita a pele e reduz a fertilidade. Ainda é fator de risco para diversos cânceres. Dentre outros malefícios.

Ademais dos efeitos diretos no corpo, o consumo excessivo de álcool faz mal a uma variedade de problemas sociais e psicológicos.

A dependência do álcool é uma condição séria que pode afetar todas as áreas da vida de uma pessoa, incluindo relacionamentos, trabalho e saúde mental.

O quanto posso ingerir de bebida alcoólica?

Uma dose padrão de álcool contém aproximadamente 15g de etanol, que equivale a uma lata de cerveja (330 ml), uma taça de vinho (150 ml) ou uma dose de destilado (50 ml).

A dose considera aceitável é ingerir no máximo duas doses de álcool/dia para homens (30g de álcool) que equivale a duas latas de cerveja (350ml/lata) ou dois copos de vinho de 150ml, ou duas doses de 50ml de destilados como uísque, vodka ou aguardente; para mulheres ingerir no máximo uma dose de álcool/dia (15g de álcool).

Vale ressaltar que a OMS também orienta não beber diariamente, devendo haver pelo menos 2 dias da semana em que não haja nenhum consumo de álcool.

Mas lembre-se, essa quantidade não é acumulativa para o final de semana. O ideal é não ingerir nenhuma bebida alcoólica.

Também é o caso de prestar atenção quando a pessoa possui um episódio de embriaguez por semana, ou que consomem mais de 20 dias seguidos de bebidas alcoólicas em qualquer quantidade.

O consumo de mais de 7 drinks por semana para mulheres ou mais de 14 drinks por semana para homens também é preocupante e deve ser evitado.

Então, quanto menor a ingestão de álcool, melhor, atentando não só para a quantidade, mas também para a frequência.

Se achar que está abusando, procure ajude de seu médico.

O que é o exame de Elastografia Hepática?

O exame de elastografia hepática é especialmente útil na detecção de cirrose hepática, que é uma condição na qual o fígado é danificado e cicatrizado devido a doenças crônicas, como hepatite viral, doença hepática gordurosa não alcoólica e consumo excessivo de álcool.

A cirrose hepática pode levar a uma série de complicações, incluindo insuficiência hepática, ascite, varizes esofágicas e câncer de fígado.

A elastografia hepática também pode ser usada para monitorar a progressão da doença hepática e avaliar a eficácia do tratamento. Como o exame não é invasivo e não requer anestesia, ele é mais seguro e conveniente do que outros testes invasivos, como a biópsia hepática.

Quer saber como anda a saúde do seu fígado?

A Gastrolife é uma clínica localizada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Além de todo o suporte através de uma equipe qualificada, também contamos com equipamentos altamente tecnológicos. Tudo isso é essencial, portanto, para auxiliar na garantia de bem-estar e qualidade de vida para os nossos pacientes.

Ficou com alguma dúvida ou deseja marcar uma consulta? Entre em contato através dos nossos telefones: (21) 3547-5563 ou (21) 98157-2871(WhatsApp).
———-
Conteúdo em parceria com a nossa Endocrinologista Fabiana Basilio
CRM 5201083643
RQE 35170

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺