Dicas para melhorar sua saúde do seu intestino em 2020

Intestino

 

Intestino preso ou constipação não significam apenas a redução de evacuação, porém também trata-se da dificuldade de expelir os dejetos na hora H. Um esforço excessivo, fezes ressecadas e endurecidas ocorrem com mais frequência nas mulheres e nos idosos.

São vários os fatores que podem fazer com que o seu intestino fique preso:

  • Falta de vontade de evacuar, pois muitas vezes essa vontade pode surgir em momentos inoportunos, como trabalho ou durante compromissos.
  • Medicamentos como: antidepressivos, diuréticos, medicação para baixar a pressão arterial, anti-inflamatório;
  • Doenças crônicas como: hipotireoidismo, diabetes mellitus, doença de Chagas, esclerose múltipla, trauma medular, amiloidose, entre outras;
  • Dieta inadequada, pobre em fibras;
  • Baixa ingestão de líquido;
  • Sedentarismo

Por isso, vamos compartilhar algumas dicas para ter o seu intestino super feliz e tranquilo:

Controlar a alimentação é sempre um passo importante e principal para melhorar o funcionamento do intestino:

  1. Beba mais água! Isso mesmo, aumentar o consumo de água pode ajudar e muito! Por isso, beba em torno de 8 a 10 copos de água.
  2. Consuma fibras insolúveis, pois elas aumentam o bolo fecal, o que ajuda o funcionamento do intestino. Aliás, as fibras insolúveis são, por exemplo: cascas de frutas, cereais inteiros, feijão, milho; frutas(laranja, acerola, ameixa preta seca, pêssego, abacaxi, manga, morango, caqui, melancia e figo), verduras e legumes (quiabo, almeirão, mandioca, inhame, cará, milho verde, alface, couve manteiga, couve-flor, repolho, cenoura, mandioquinha, abobora e tomate), leguminosas (ervilha, lentilha, grão de bico e soja), fibras (barras de cereais, aveia, farelo de trigo e cereal matinal), alimentos integrais (pães, arroz, biscoitos e macarrão), sementes (linhaça, girassol, gergelim e quinoa) e outros (iogurtes ou leites fermentados, coalhadas e azeite de oliva)
  3. Coma bem e bastante, faça em torno de 5 a 6 refeições por dia, alimentando-se de 3 em 3 horas em pequenas quantidades sem esquecer das principais refeições.
  4. Mastigue muito bem os alimentos;
  5. Coma frutas preferência com casca e bagaço;
  6. Faça atividade física regularmente para estimular movimentos do peristaltismo intestinal;
  7. Estabeleça horários regulares para ir ao banheiro, sendo estes em momentos tranquilos, concentre-se, evite leitura ou celular;
  8. Controle o estresse e a ansiedade

Além de dietas, alguns medicamentos podem ser utilizados para auxiliar no controle do habito intestinal, porém, devem ser ministrados por um médico gastroenterologista responsável.

Então, se você gostou do nosso conteúdo, não deixe de conferir nossos outros artigos!
Vá até os nossos outros artigos!

Caso você tenha ficado com alguma dúvida ou deseja marcar uma consulta, entre em contato através dos nossos telefones: (21) 3547-5563 ou (21) 98020-8081 (WhatsApp).

Gostou? Compartilhe com os amigos!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Agende aqui sua consulta

ou exame!

Este formulário é um pré-agendamento e em breve nossa equipe entrará em contato com você!

Prefere agendar por Whatsapp?
Agendar Consulta
Agendar Exame

Dra. Bruna Puente

Gastroenterologia & Endoscopia

CRM 52.0102944-4

Médica graduada pela Faculdade de Medicina Souza Marques, possui residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e residência em Gastroenterologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Atua no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças do aparelho gastrointestinal (refluxo, gastrites, úlceras, doenças inflamatórias intestinais, síndrome do intestino irritável) e doenças do fígado (esteatose, hepatites, cirrose hepática) entre outras. 

Na Gastrolife atende consultas em Gastroenterologia e Hepatopatologia. Além disso realiza endoscopia digestiva.

Apaixonada pelo hepatologia,  integra também a equipe de transplante hepático em Hospitais privados

Gostou? Vem conhecer!☺